O Arbo Cabral cresceu, apareceu e mudou para sempre a paisagem e o mercado imobiliário de Curitiba. Reconhecido como edifício de última geração e premiado pelo design arquitetônico, o Arbo Cabral, empreendimento de alto padrão da MDGP,  encerrou suas obras ainda em 2020 e, agora, aguarda a chegada de seus primeiros moradores.

Assinado pelo arquiteto José Smolka, o projeto conta com soluções criativas para adequar a construção de grande porte ao espaço reduzido, como a ideia de criar uma torre única de grandes varandas verdes alternadas, em disposição triangular e insolação perfeita, que inaugura o conceito de “casas suspensas”, todas autônomas, espaçosas e integradas a um jardim particular.  

Outro destaque do Arbo Cabral é o paisagismo-arte do Escritório Burle Marx, que, pela primeira vez, depois das obras desenvolvidas pelo próprio Burle Marx no passado, realiza um projeto em Curitiba. Os arquitetos Júlio Ono, Isabela Ono e Gustavo Leivas seguiram a ideia de conforto da arquitetura para criar canteiros e espelhos d’água. Na entrada, um grande painel de concreto em alto e baixo-relevo incorpora uma obra de arte única, marcante e atemporal, criada para conversar com a paisagem e integrar o prédio com o entorno.

Em termos construtivos, o Arbo Cabral traz para o mercado uma série de inovações tecnológicas e sustentáveis. Ele recebeu em 2018 a certificação Green Building Council (GBC) Brasil Condomínio, que atesta que o projeto prevê funcionamento responsável e melhor aproveitamento dos recursos. Entre as novidades estão custos operacionais mais baixos e aumento do valor patrimonial; redução de resíduos; conservação de energia e água; e criação de ambientes mais saudáveis e produtivos para os moradores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *